Fale Conosco: (61) 9.9187-4249

DELEGADO WALDIR AFIRMA QUE BOLSONARO TENTOU COMPRAR DEPUTADOS PELA LIDERANÇA NA CÂMARA

Pedro Ladeira / Folhapress

Brasília(18), o Deputado Delegado Waldir (PSL-GO) disse que, o presidente Bolsonaro teria, tentado comprar Deputados com cargos, para assinarem lista favorável à colocação de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) como líder da bancada.
Waldir tentou justificar a sua fala, depois de sair da reunião do partido nesta tarde. ” A questão da implosão era o áudio que foi divulgado do presidente tentando comprar parlamentares ao oferecer cargos e controle partidário para aqueles parlamentares que votassem no filho do presidente”, afirmou ele.
Perguntado sobre um possível processo contra Bolsonaro, ele disse: “Cabe a sociedade e aos partidos decidirem”, mas também afirmou que o PSL, não tomará nenhuma atitude em relação a isso.

O episódio da quinta-feira(17) repercutiu ruim aos ouvidos dos brasileiros, quando o Delegado chamou o presidente de “vagabundo”, em áudio gravado em reunião do partido. “Isso já passou. Nós somos Bolsonaro. Somos que nem mulher traída, apanha, mas mesmo assim volta ao aconchego”, relatou.
“Se eu sou fiel a ele desde 2011, Se ele pessoalmente, junto com o líder do governo (Deputado Federal Vitor Hugo – PSL/GO) e o Senador Ronaldo Caiado (DEM) trabalham para me derrubar do diretório de Goiás. E assim está fazendo com outros parlamentares no país todo. Isso não é traição, isso não é vagabundagem? Então eu não retiro nada do que falei.”
Depois da reportagem da Folha de São Paulo mostrando o esquema de Laranjas dentro do partido, a crise no PSL tem se agravado todos os dias.

Bolsonaro está articulando sua saída do partido e levará com ele cerca de 20 deputados do PSL, para outra sigla que possivelmente seja o Democratas de Rodrigo Maia.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

PUBLICIDADE

ÚLTIMA POSTAGEM